18/5 a 5/6 - Magia das cores - Simone Santos
Temática revelada através de paisagens românticas, reforçadas e agraciadas por toques de sensibilidade, cheios de movimento e ritmos.

  MARTINOLLI
  Marí, José
  Amorelli
  MENNA BARRETO
  Simone Campos
  Renato Ferrari
  Adriana Garibaldi
  Cecilia Cunha
  Carlos Domenech
  Ceballos
  Cláudia de Vilafamés
  Calderon, Manuel
  Eduardo Arguelles
  José Munhoz
  Rodolfo Bermudez
  Walter Munhoz


  Margarita Farré
  Santos Lopes
  Hildebrando Lima
  Osmundo Teixeira
  Marcelo Neves


Armando Sendin

cadastrado no grupo de pintores

algumas das obras expostas

       

Assina: Sendin

Armando Sendin nasceu em 1928 no Rio de Janeiro, RJ. Vive e trabalha na Espanha.

Dedica boa parte da sua vida a estudos: cursou a Escola de Belas Artes de Priego na Espanha ( por volta de 1940 ); filosofia na Universidade de São Paulo (1945 a 1949);
Especialização em estética, com Bogumil Jasinowsky, na Universidade do Chile (1950);
e, como bolsista do governo francês, estética na Sorbonne, com mestre Souriau (1950 a 1953).
Durante suas viagens, trabalha com Gensoli na Manufatura Nacional de Sevres, França, e desenvolve
pesquisas com o ceramista Zuloaga e técnicas de cerâmica de origem oriental com Guardiola e com Gonzalez-Marti, na Espanha. Entre 1954 e 1964, dá cursos e pintura, cerâmica, escultura e desenho em seu estúdio, em São Paulo. Em 1965 publica um livro didático intitulado Cerâmica Artística.

Suas obras hoje são encontradas na Manolo Saez Galeria de Arte - Curitiba - PR


Principais exposições individuais:

1960 - Primeira Individual, no Clube dos artistas de São Paulo.
1970 - Zegri Gallery, Nova York - Estados Unidos.
1978 - Museu de Arte Contemporânea de Sevilha, Espanha.
1985 - Galeria de Arte André, São Paulo.
1988 - Galeria de Arte André, São Paulo.
1995 - Galeria de Arte André, São Paulo.
1997 - Manolo Saez Galeria de Arte - Curitiba - PR.

Coletivas

1951 - Salão de Pintores, Escultores e Gravadores da Escola de Belas Artes de Paris, França.
1967 - 9ª Bienal Internacional de São Paulo.
1973 - Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP.
1980 - I Certamen Internacional de Pintura, Espanha.
1984 - Tradição e Ruptura: Síntese de Arte e Cultura Brasileiras, na Fundação Bienal de São Paulo.
1993 - 4ª Bienal de Santos: Artes Visuais, na Bienal Nacional de Santos, São Paulo.
2001 - Galeria de Arte André (exposição 4 décadas), com curadoria Carlos von Schmidt, São Paulo.

2007 -  Reflexões - Manolo Saez Galeria de Arte - Curitiba - PR.